“No princípio era o verbo…”

Introdução

A internet é uma rede construída através de palavras; eu poderia listar uma série de motivos para você concentrar esforços na descrição do seu produto. Mas vou te dar apenas um motivo para fazer isso: você vai vender mais.

Durante a criação de uma loja virtual é fácil se distrair com as questões que envolvem design e gastar um tempo danado definindo a paleta de cores e a identidade visual da loja.

Não me leve a mal, o design importa e eu já falei também sobre a importância das imagens que vendem. Assim como uma boa foto, uma descrição bem feita dos produtos é fundamental para vender pela internet.

Acredite, as palavras importam. Com certeza você deve acessar algum site que não é muito bonito mas que possui um conteúdo cativante.

Ao comprar online, o cliente não pode pegar ou experimentar o produto e não há um vendedor para tirar dúvidas ou ressaltar os pontos fortes do produto. Assim, é preciso ser objetivo e convincente nas descrições, isso é fundamental para garantir a venda.

Tenho certeza que você entendeu tudo até aqui, então, vamos ao que interessa.

Passo a passo para descrever produtos e serviços

I – Conheça seu cliente

Antes de mais nada, é preciso saber quem é o seu cliente e o que ele valoriza. É preciso descrever o produto para o seu consumidor; pode ser que ele valorize a durabilidade, o luxo, o status, a comodidade, etc. Tenha em mente para quem você vende e escreva de acordo; tentar vender de tudo para todo mundo é um tiro no pé.

Evite pensar que todos estão a procura de preço baixo e frete grátis, existem pessoas pensando em durabilidade, garantia e dispostas a pagar mais por isso. Logo, entre na cabeça do seu consumidor e saiba o que ele deseja e mostre como você atende a essa necessidade (desejo).

II – Fale de benefícios e vá além especificações técnicas

Benefício é o que o seu cliente consegue quando utiliza o seu produto.

O exemplo mais clássico é o do ipod, enquanto os tocadores de mp3 diziam “1GB de capacidade”, a Apple apareceu e anunciou “Você vai carregar 1 mil músicas no seu bolso”.

Vejamos outros exemplos:

1) Você está vendendo um curso de raciocínio lógico.Você pode dizer:

a) Curso de Raciocínio lógico e resolução de problemas, 2 dias de duração, certificado de participação.

b) Curso de Raciocínio lógico: Pense de forma clara, resolva problemas e aprenda mais rápido. Tudo isso em um único final de semana.

2) Você está vendendo camisetas:

a) Camisa feita de tecido leve, macio, que te deixa confortável. Ideal para o uso no dia a dia sem perder o estilo.

b) Camiseta masculina básica, 100% algodão, confeccionada em meia malha que promove conforto.

Qual você escolheria?

O que acontece é que muitas vezes as empresas se prendem às especificações e costumam dizer apenas o que cada produto é ou faz. O ponto é: você tem que dizer o que o cliente será capaz de fazer com seu produto, o que ela vai alcançar, como ela vai se sentir, que problema será resolvido. Use a criatividade e ouse.

O que quero dizer quando digo “vá além especificações técnicas” é: foque em descrições personalizadas e desenvolva um estilo de texto diferente!

Os buscadores (leia-se Google) costumam penalizar páginas com conteúdo repetido, dessa forma, ao copiar e colar as descrições dos fabricantes, você perde uma ótima oportunidade de se posicionar melhor no Google e receber visitas grátis.

É preciso dar atenção aos detalhes e fornecer informações básicas (peso, medidas, cor, etc). Mas vá além e personalize.

Sempre recomendo que a página de produtos contenha um campo para descrição e outro para especificações. Dessa forma, é possível ser criativo na descrição e dar atenção aos detalhes (medidas, peso, funções, cor, textura, etc.) nas especificações.

Faça com que o consumidor encontre o que procura, forneça tabelas de medidas, FAQs, etc.

III – Use palavras chave

Importante: Essa dica é bastante voltada a SEO, é interessante observar e aplicar isso. Ao mesmo tempo, sugiro que primeiramente você priorize escrever uma descrição que cative o seu cliente, depois escreva para o Google. Não se prenda a detalhes.

A utilização de palavras chaves na descrição do produto é importantes para o bom posicionamento da loja virtual nos resultados de busca.

Lembre-se de utilizar as palavras chaves e suas variantes. Por exemplo, se você vende camisas, você pode descrevê-las como camisas, blusas, camisetas, peças de roupa, etc.

Dessa maneira, você abrange uma série de termos que alguém pode estar pesquisando no google.

É mais interessante utilizar frases chaves do que palavras individuais, por exemplo, se você pesquisar no google por ‘camisa’ vai encontrar 25 milhões de resultados. Se buscar por ‘camisa de algodão masculina’ encontrará 2,3 milhões. Dessa maneira, procure especificar o seu produto.

Somado a isso, procure utilizar negrito, itálico nos principais termos. Tenha em mente que destacar todas as palavras é o mesmo que não destacar nada; a palavra marcada deve fazer parte de um contexto que tenha sentido.

Reafirmo, escreva para o seu cliente, depois, escreva para o Google. Não se prenda a muitos detalhes. A regra é: se o seu cliente gostar da descrição, o google também vai gostar.

IV – Seja objetivo e desenvolva uma proposta única de venda

Seu site deve ser rápido.

Isso vale tanto para o tempo de carregamento como para os textos escritos. Suas descrições devem ser claras e simples; descrever as características e benefícios em linguagem que um leigo possa entender, apreciar e aceitar. Vá direto ao ponto, refine as palavras, corte expressões, elimine o desnecessário.

Se possível, consulte um profissional e trabalhe para que suas palavras sejam claras e digam o que precisa ser dito. Preciso dizer que a ortografia interessa?

Se você oferece serviços, desenvolva uma proposta única de venda. Saiba colocar em palavras o que diferencia o seu trabalho, a sua empresa e porque o cliente deve te contratar. Muita atenção aos benefícios e procure criar uma precificação criativa.

Por exemplo, no seu site de advocacia você pode falar sobre decisões nos juizados, mostrar seu currículo e as fotos do seu escritório pomposo OU construir seu site para orientar o cliente e dizer o que ele vai conseguir através dos seus serviços, por exemplo: estruturar a empresa de forma prática e eficiente, estabelecer um plano de sucessão empresarial que beneficie familiares, empregados, clientes e fornecedores, etc.

Observe que a sua página na web deve ser construída e focada na pessoa que a acessa.

V – Descrição de produtos – visão além do alcance:

A descrição dos seus produtos deve ir além do campo de descrição. Uma opção é usar os campos abaixo para continuar a descrever e vender os seus produtos:

  • Informações sobre garantia.
  • Perguntas e respostas.
  • Tutoriais que eduquem o cliente sobre como usar o produto.
  • Custo de envio.
  • Condições de pagamento.
  • Links de fabricantes.
  • Comentários e avaliações de clientes.
  • Está esperando o que pra começar?