Seu primeiro pensamento quando olha para esse artigo é “eu vou ler isso depois”.

Não, espere. Deixe a vontade de mudar de tarefa passar. Leia isso agora.

Vai levar apenas dois minutos e vai te economizar muitas horas.

Escrevi um livro sobre procrastinação, desde então, surgiu uma técnica simples para confrontar esse pesadelo que afeta todo mundo. É incrivelmente fácil e, como tudo na vida, requer um pouco de prática.

Tente isso agora:

Identifique a coisa mais importante que você tem para fazer hoje.

Decida fazer a primeira parte disso – apenas o primeiro minuto ou talvez apenas 30 segundos. Começar é a única coisa do mundo que importa.

Livre-se das distrações. Desligue tudo. Feche todos os programas. Assim, restará apenas você e a tarefa.

Sente-se e foque em começar. Não em completar a tarefa inteira, apenas começar.

Observe a sua mente conforme ela for tendo impulsos para trocar de tarefas. Você vai ter vontade de checar o email, Facebook, Twitter ou o seu site preferido. Você vai querer jogar um jogo, fazer uma ligação ou fazer outra coisa. Note esses impulsos.

Não faça nada. Observe os impulsos, mas sente-se quieto e deixe-os passar. Impulsos acumulam-se em intensidade e então passam, assim como uma onda. Deixe cada um passar.

Note que a sua mente também tentará justificar o não fazer a tarefa. Também deixe essa racionalização passar.

Agora, adote uma pequena ação para começar. O menor passo possível.

Comece e o resto irá fluir.

Nota do editor: texto retirado do blog zenhabits. Traduzido por Aécio Neto