Você já se sentiu sendo observado? Seja em um restaurante, no estacionamento ou numa praça? Me refiro àquele momento onde todos os olhos parecem apontar na sua direção com ar de reprovação, como se não houvesse nada certo a ser feito.

Isso acontece frequentemente comigo, e normalmente me deixa bem desconfortável, me sinto preso, sem liberdade. É como se eu dependesse da aprovação de algo ou alguém para fazer o que devo fazer.

Há algum tempo comprei um skate e fui para uma praça aprender a andar. Na época, tudo que sabia sobre skate tinha sido visto no youtube.

Tomei alguns tombos, me diverti sozinho e no final do treino eu percebi algo: ninguém dava a mínima para o que eu estava fazendo. Sério, ninguém ligava. O mundo continuava a girar e as pessoas seguiam em frente.

Foi chocante e ainda é algo perturbador. Não porque eu queira ser observado ou ser o centro das atenções, mas sim porque deixo de fazer inúmeras coisas por que tenho medo do que os outros vão pensar.

Sempre me achei imune à opinião alheia. Quando penso nisso, a única coisa que passa pela minha cabeça é “Sabe de nada inocente”. Eu morro de medo da opinião alheia.

A verdade é: Ninguém dá a mínima para o que você está fazendo.

Não é que as pessoas não ligam, elas apenas estão ocupadas cuidando das próprias vidas. Cada indivíduo está fudido e aterrorizado o bastante pelas próprias preocupações que eles não tem dois segundos para perder tempo com as suas – e as minhas bobagens.

Então, porque ficar paralisado com medo do que os outros vão pensar?

Seja livre e faça o que você quer fazer. Sua vida cabe exclusivamente a você.

O que você está esperando?

Como você lida com a exposição? Como você lida com a opinião dos outros? Você costuma agir mesmo em face do medo?

Deixe nos comentários como você enfrenta essas situações.